Semana Nacional de Leitura

Esta foi uma semana de muitas vitórias para o Projeto Livro de Rua. Em comemoração a semana nacional da leitura, realizamos:

“Dia D-Libertação de Livros”: Libertamos cerca de 200 livros em diversas cidades do país, como: Rio de Janeiro, Duque de Caxias, Cabo Frio, Belo Horizonte, Porto Alegre, Campinas e São Paulo.

Recebendo Livros BL BH

Libertando Livros em Belo Horizonte

Bahia de todos os santos - Jorge Amado no mercado municipal de Porto Alegre

Livro Liberto na Semana Nacional de leitura em Porto Alegre - RS

 

 

 

 

 

 

Inauguração da Biblioteca da Liberdade em parceria com o Espaço Afro Dance: “Cada Biblioteca da Liberdade montada, cada livro liberto, cada pessoa envolvida é um passo para a construção de um país de leitores…”Discursou Henrique Silveira um dos coordenadores do Projeto Livro de Rua e responsável pela inédita parceria.

Pratileira da Biblioteca da Liberdade Espaço Afro Dance

Pratileira da Biblioteca da Liberdade Espaço Afro Dance

Coral na BL BH 2Inauguração da II Biblioteca da Liberdade em Belo Horizonte MG: Esta foi a segunda Biblioteca da Liberdade de Belo Horizonte, uma das cidades onde o Projeto Livro de Rua vem obtendo maior êxito. A inauguração contou com apresentação de crianças do Coral, oficina circense e muita participação dos moradores do bairro de São José.

5

II Biblioteca da Liberdade de Belo Horizonte MG

 

 Cine Clube da Biblioteca da Liberdade da Faculdade de Educação da Baixada Fluminense (FEBF UERJ) : A 1° sessão do cineclube da FEBF, aconteceu dia 20/10/09, às 18:00, no pátio da Faculdade, foram apresentados seis curtas metragens, produzidos por artistas locais. Depois da exibição aconteceu um debate sobre a cultura cinematográfica em nosso país.

cinefebf

Cine Clube

Contamos com a participação de diversos voluntários apaixonados pela leitura para realizar essas atividades e esperamos contar com sua participação.

Viva a Democratização, Viva a Leitura!!!

“Dia D Libertação de Livros”.

Pela primeira vez, comemoraremos oficialmente o Dia Nacional da Leitura, no próximo dia 12 de outubro, e também a Semana da Leitura e Literatura.

Em 2009, o presidente Lula assinou a Lei nº 11.899, INSTITUINDO O DIA NACIONAL DA LEITURA, que será comemorado em 12 de outubro, e também a Semana Nacional da Leitura e da Literatura.

Esse é um ato fundamental  na construção de um Brasil de leitores, por isso comemoraremos essa vitória lançando nosso primeiro Marcador de Livros no Dia D Libertação de Livros”.

Lançado em comemoração ao dia Nacional da Leitura

Lançado em comemoração ao dia Nacional da Leitura

Dia D Libertação de Livros– É uma ação do Instituto Ciclos do Brasil, que vai libertar livros em diversas cidades brasileiras, já confirmamos presença de voluntários nas cidades do Rio de Janeiro, Duque de Caxias, Nova Iguaçu, Niterói, Cabo Frio, Búzios, Belo Horizonte, Juiz de Fora, São Paulo, Campinas, Porto Alegre e outras estão sendo aguardadas.

Você também pode participar, basta entrar em nosso site: www.livroderua.com.br cadastrar um livro e o libertar, depois é só enviar a foto para o email ciclosdobrasil@ciclosdobrasil.org.br que colocaremos em nosso blog.

Viva o Dia Nacional da Leitura o Dia D Libertação de Livros”.

Dez anos da Campanha Nacional pelo Direito à Educação

 

Brasil, 5 de outubro de 2009.

 

Há exatos dez anos, na manhã de 5 de outubro de 1999, foi lançada na Estação Central do Brasil, no Rio de Janeiro, a Campanha Nacional pelo Direito à Educação. Era um momento em que sociedades civis de muitos países se preparavam para participar da II Conferência Mundial da Educação de Dakar (Senegal), realizada em 2000 e que culminou com o firmamento do Tratado Educação para Todos.  

Dedicada às demandas e necessidades educacionais do Brasil e conectada a uma articulação internacional, a Campanha surge impulsionada pelo sonho de um pequeno conjunto de entidades e ativistas. Hoje, tecida diariamente por milhares de educadoras e educadores, estudantes, profissionais, técnicos, gestores, mães, pais, familiares, pesquisadoras e pesquisadores e outros ativistas espalhados por esse grande e diverso país. 

Campanha Nacional pelo Direito à Educação

Como rede, no engendrar de sua trama e trajetória, a Campanha Nacional pelo Direito à Educação acumulou inúmeras conquistas. Entre elas, merecem especial destaque a elaboração e disseminação do estudo do CAQi (Custo Aluno-Qualidade Inicial), as jornadas para a criação e regulamentação do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e Valorização dos Profissionais da Educação) e sua intensa participação junto ao movimento educacional para estabelecer uma agenda oficial de Conferências de Educação.

Em seus dez anos de trajetória, a Campanha celebra e agradece a todos e todas que a tornaram a maior, a mais plural, a mais aguerrida, a mais crítica, criativa e propositiva articulação em defesa do direito à educação pública de qualidade. Saúda os homens e as mulheres que participaram e participam de sua enorme roda, dedicando seus dias úteis e fins-de-semana movidos pelo desejo de tornar a sociedade brasileira mais justa pelo percurso da educação. Congratula todas as entidades que apostaram e apostam nesse coletivo e, assim, o tornam a cada momento mais forte e denso. Reconhece a centralidade do apoio de todas as instituições parceiras, que permitem que o trabalho seja viabilizado e realizado. E enaltece todos os outros movimentos de educação do campo dos direitos educacionais que antecederam e inspiraram a criação dessa rede pulsante. Enfim, nós temos certeza de que todos aqueles e aquelas que acreditam na urgência e na importância da consagração do direito humano à educação fazem no Brasil parte de nossa história.

 Sala aula

Hoje a Campanha Nacional pelo Direito à Educação conta com 19 comitês regionais e está presente em 21 estados brasileiros e no Distrito Federal. Congrega mais de 200 grupos e organizações em todo o país. Mobilizou mais de 100 mil pessoas na Semana de Ação Mundial 2009. Nosso desejo e nosso empenho são para que nos próximos dez anos, com a nova edição do Plano Nacional de Educação (PNE 2011-2020), ancorada pela incorporação do CAQi como principal referência do financiamento da educação, e com o Fundeb, o direito à educação pública de qualidade no Brasil alcance a mesma amplitude da riqueza da economia brasileira.

 Acesse: www.campanhaeducaca o.org.br

%d blogueiros gostam disto: