Nota de Repúdio ao Deputado Jair Bolsonaro

Vivemos em uma sociedade democrática, a exemplo das constituições democráticas contemporâneas, a Constituição Federal de 1988 proíbe qualquer espécie de censura, seja de natureza política, ideológica ou artística (art. 220,§2°).

Não concordamos com nenhum do posicionamento político do Deputado Bolsonaro, assim como os membros de sua família que exercem cargos públicos eletivos, principalmente com referência aos nebulosos anos de ditadura militar que nosso país sofreu recentemente, porém compreendemos que é de seu direito defendê-los, a liberdade de opinião e o direito democrático devem ser garantidos a todos os cidadãos e cidadãs.

Mas não podemos confundir fucinho de porco com tomada, uma coisa é um posicionamento político sobre o período ditatorial, outra coisa é racismo e homofobia, estes são crimes e devem ser tratados como tal, as declarações do referido deputado no programa da TV Bandeirantes CQC – Custe o Que Custar ao ser indagado pela artista Preta Gil “se seu filho se apaixonasse por uma negra, o que você faria?” Eis a resposta literal do entrevistado: “ô Preta, eu não vou discutir promiscuidade com quem quer que seja, eu não corro esse risco porque meus filhos foram muito bem educados e não viveram em ambientes como lamentavelmente é o seu”

Esta resposta tem um evidente cunho racista e continua a se manifestar durante a entrevista.

A Lei 7.716, de janeiro de 1989, que define os crimes resultantes de preconceito de raça ou de cor, inclui, no seu Art. 20, “que praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional” é crime passível de reclusão de um a três anos e multa.

Essa Lei decorre de tratados internacionais de que o Brasil é signatário. A Constituição Cidadã é explícita ao repudiar o racismo como prática social, considerando-o como crime imprescritível e inafiançável. O Art. 1º da Carta Magna, que define como um dos fundamentos da República Federativa do Brasil “III – a dignidade da pessoa humana.”

Nossa luta consiste na Democratização da Leitura, não é a leitura pela leitura, é a leitura para construir um país melhor, é a leitura para emancipar as pessoas, só através da leitura podemos mudar o mundo, mudar as nossas vidas e através da leitura combater as coisas ruins de nossa sociedade, e sem dúvida alguma o racismo é um desses alvos, portanto exigimos o julgamento do Deputado Jair Bolsonaro por quebra de Decoro Parlamentar, o povo que ele humilha é o povo que paga seu salário, fora Bolsonaro, cadeia nele!!!

Neste link veja na íntegra a entrevista http://www.youtube.com/watch?v=9n4hb0RobhQ 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: